NEWSLETTER CARREIRA EM DEBATE – ABRIL 2017


Regra de ouro na satisfação pessoal é ajudar alguém. Não é novidade que diversas religiões e filosofias de vida pregam a benfeitoria ao próximo. Para a carreira, a prática não foge do conceito. Um levantamento da Deloitte nos EUA mostra que 81% dos executivos de RH consideram os trabalhos voluntários na seleção de candidatos. A consultora de carreira na Produtive, Clarissa Galecki Andrade, explica que há muitas empresas que têm programas de responsabilidade social. “Quando há profissionais com essas habilidades e interesses, as chances de convergência são muito altas”.

Para ela, a ação também agrega em muito à trajetória do profissional. “É importante para profissionais em início de carreira, que possuem pouca bagagem, para aqueles que têm interesse em conhecer e experimentar outras áreas de atuação, e para os que estão em transição de carreira”. Os sêniores também não escapam, segundo a consultora. “A experiência e a bagagem deles são fundamentais para o envolvimento dos demais voluntários”.

Em meados de 2016, o gerente Comercial, Alexsandro Von Burg Brubacher, estava num cenário muito favorável em seu trabalho, mas decidiu fazer o planejamento de sua carreira para ter mais clareza de seus objetivos e organizar os próximos passos. No decorrer do projeto, uma das rotas propostas foi ter uma experiência internacional, incluindo a realização do trabalho voluntário e a melhora na desenvoltura da língua inglesa.

Meses depois, partiu para terras canadenses e, participou de uma causa chamada Step Up Challenge, que promove campanhas de corridas verticais a cinco arranha-céus em várias partes do Canadá para conscientizar a realização de exames periódicos de próstata a fim de aumentar as chances de cura da doença com a antecipação do diagnóstico.

Brubacher ajudava a liderar os circuitos que os participantes faziam e a organizar todo o processo evitando que eles se perdessem pelo caminho. O mergulho nesse trabalho permitiu que ele aproveitasse muito do momento. “Acredito que o relacionamento interpessoal deu uma grande guinada e a realização  em participar de uma causa de grande relevância me recompensou muito em satisfação pessoal”, conta ele.

Experiência essa que potencializou a sua empregabilidade, com um grande leque de oportunidades e consolidando a imagem dele nas empresas que gostaria de trabalhar. Clarissa, consultora na Produtive, foi quem o acompanhou nessa fase. Ela destaca que o profissional conseguiu fortalecer diversos aspectos que estão intrinsicamente ligados às competências dele, entre elas: idioma, experimento como profissional, proatividade, relação multicultural e ampliação de networking no exterior – que também o ajudará caso queira trabalhar no Canadá no futuro.

Há menos de duas semanas de volta ao Brasil, Brubacher já recebeu diversos convites para trabalhos voluntários e está se organizando para que volte a cuidar dessa relação. “Foi uma experiência única e voltei muito feliz. Quero voltar a agregar esforços em causas que possuem grandes valores”, reforça ele.

 

 

permalink | enviar por email
Atendimento via WhatsApp
Solicite mais informações

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Seu telefone (obrigatório)

    Unidade Produtive de preferência (obrigatório)

    Assunto (obrigatório)

    Empresa (obrigatório)

    Possui curso superior?

    Cargo / Posição

    Área de atuação

    Objetivo

    Último cargo ocupado

    Linkedin

    Anexar Currículo

    Sua mensagem (obrigatório)

    close
    Contact us