Mentoria: o atalho para o seu objetivo profissional


Participar do dia a dia profissional de executivos que admiramos é uma realização e uma grande oportunidade de aprendizado. Quem já teve esta experiência e soube aproveitar o momento é certo que avançou a passos largos na carreira.

 

Como esse trabalho nem sempre é algo formal e disponibilizado pelas empresas, procurar por um mentor pode ajudar a fortalecer a caminhada rumo ao sol, isso sem falar que ser um também traz grandes benefícios para o profissional.

 

Foi o caso do gerente comercial, Alexandre Salazar, que já foi mentee no início de sua carreira e há 15 anos atua oferecendo mentoria dentro de empresas do ramo da indústria e do varejo. “O meu início como mentor aconteceu de forma bem despretensiosa. Nas companhias que passei, os meus colegas me procuravam para perguntar o que eu achava de determinadas reflexões e diziam que eu podia virar um mentor, que eu levava jeito, e isso acabou sendo um motivador”.

 

Hoje, o executivo faz isso de forma organizada, com a aplicação de metodologias. “São trabalhos feitos individualmente que ajudam os profissionais em seus indicadores de desempenho e as empresas na padronização de processos”.

 

Para o mentor César Ripari, que também é executivo sênior no segmento de TI com foco em transformação digital e serviços profissionais, a realização de uma mentoria é positiva para todas as pessoas que estão bem resolvidas na sua área de atuação. “São aquelas que entendem que precisam e querem abraçar um cargo maior”, afirma ele, que se diz extremamente realizado em fazer mentoria para ajudar as pessoas.

 

Hoje, ele apoia uma profissional que está no Canadá e, mesmo de longe, acompanha a sua evolução. “É fundamental que o mentor possua metodologias que permitam ver os feitos do mentee, pois é desse resultado que o profissional se sentirá mais seguro e pronto para tomar as próprias decisões”.

 

Abaixo, separamos algumas dicas desses dois mentores:

 

EU QUERO SER MENTEE! POR ONDE COMEÇO?

 

1-      Esteja consciente de que precisa de uma ajuda, considerando um objetivo claro a curto prazo, como mudar de área, enxergar novas possibilidades dentro de sua área de atuação ou conseguir uma recolocação.

2-      Busque entender o seu maior gap, se é conhecimento técnico, relacionamento ou conhecimento em outras áreas.

3-      Mapeie onde quer chegar. Se o seu objetivo é uma diretoria de vendas, por exemplo, busque por mentores que já exerceram ou exerçam esse cargo.  Isso não quer dizer que você precise fazer mentoria apenas em sua área foco. O ideal é ampliar os horizontes e adquirir visão sistêmica do negócio.

4-      Escolhido o mentor, o aborde com transparência e sinceridade. Um bom começo é dizer que ele é uma pessoa de sua admiração pelo trabalho executado e que as competências que ele tem são as mesmas que você gostaria de conquistar.

5-      Se sentir abertura, agende a primeira reunião. A periodicidade das conversas, segundo os especialistas, varia de acordo com a disponibilidade do mentor, mas o ideal é que sejam três encontros mensais inicialmente, com acompanhamento trimestral.

6-      Durante os encontros, procure entender como esse mentor fez para chegar à posição que deseja, quais caminhos percorreu e investigue o que você deve mudar em seu perfil, os conhecimentos que necessita adquirir.

7-      Não se esqueça que durante todo o processo é fundamental ter uma escuta ativa e aproveitar as dicas do mentor ao máximo.

 

QUAIS AS VANTAGENS DE SE TORNAR UM MENTOR?

 

1-      Tenha em mente de que é um trabalho voluntário e algo que se faz por satisfação, quando o alcance do objetivo do mentee é o seu maior ganho.

2-      É também uma forma de aprender, exercitar o seu conhecimento e encontrar e reavaliar cenários que rumem a um caminho satisfatório. “Poder dividir, auxiliar muitos profissionais a expandirem suas mentes, compartilhar caminhos e direções, são pontos que geram muito crescimento para mim”, comenta Ripari.

3-      Melhorar a autoconfiança como profissional, pois, além do ponto acima, o mentor sabe que está contribuindo com a sociedade e com a economia por meio dos negócios.

4-      Um meio de adquirir conexões e deixar um legado. De acordo com os mentores, os vínculos gerados em uma mentoria dificilmente se rompem. “Muitos dos profissionais que tiveram o meu acompanhamento seguem em contato para pedir conselhos e dividir suas conquistas”, diz Salazar. Além disso, é uma ação importante que movimenta e ativa a rede de contatos.

5-      É uma forma de entender e respeitar a diversidade. As dicas apontadas pelo mentor nem sempre serão aceitas ou praticadas pelo mentorado por uma série de questões pessoais, mas é um exercício importante para aprimorar a arte de lidar com as diferenças.

permalink | enviar por email
Atendimento via WhatsApp
Solicite mais informações

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Seu telefone (obrigatório)

    Unidade Produtive de preferência (obrigatório)

    Assunto (obrigatório)

    Empresa (obrigatório)

    Possui curso superior?

    Cargo / Posição

    Área de atuação

    Objetivo

    Último cargo ocupado

    Linkedin

    Anexar Currículo

    Sua mensagem (obrigatório)

    close
    Contact us