Como fazer um balanço de carreira pensando em 2024


Autoavaliação do desempenho na profissão ajuda na renovação e planejamento para o próximo ano; confira as dicas dos especialistas

No fim do ano, muitas pessoas param para refletir sobre os meses que passaram e estabelecem novas metas para o ano seguinte. Segundo especialistas ouvidos pelo Valor, fazer um balanço específico da carreira, principalmente nessa época, é essencial para entender o seu desempenho no período e planejar mudanças e objetivos para os próximos 12 meses.

“Assim como as empresas fazem movimentos de avaliação no fim do ano e definem metas, o indivíduo também precisa fazer isso. É a ideia de assumir o protagonismo e a responsabilidade pela sua carreira”, afirma Rafael Souto, CEO da consultoria Produtive.

Karin Parodi, sócia-diretora da Career Group, explica que realizar um balanço passa por documentar tudo o que você realizou profissionalmente no ano. “Ver o quanto você se desenvolveu é fundamental para planejar o futuro e conseguir evoluir.”

Para Isis Borge, sócia do Talenses Group, também é importante observar nesse balanço o sentimento em relação à própria carreira. “Estar feliz com a empresa e a profissão se conecta com o conceito de propósito, de enxergar se o que você faz é importante de alguma forma e se está aderente ao que deseja para sua vida de forma geral. Isso impulsiona e motiva a jornada profissional”, diz.

Paula Esteves, co-CEO da Cia de Talentos, pontua que, em um mercado em constante evolução, o ideal é que o balanço de carreira seja realizado trimestralmente ou semestralmente. Ela diz que o primeiro passo é anotar reflexões, conquistas e desafios da carreira. “Esse material deve ser consultado depois, de três em três ou de seis em seis meses, então precisa ser bem guardado”, afirma.

Segundo a especialista, alguns pontos a avaliar são habilidades desenvolvidas, cursos realizados, se você ampliou e fortaleceu seu networking, feedbacks que recebeu e como lidou com eles, momentos bons e ruins, e o que poderia fazer diferente. Outra dica é conversar com colegas de trabalho e líderes que você valida para saber como essas pessoas te veem e, a partir disso, identificar pontos de melhoria.

“Não deixe também de olhar as suas potencialidades. Claro que é relevante você olhar os pontos a desenvolver, mas focar no que você já é bom te ajuda a ganhar tempo”, sinaliza Esteves.

De acordo com ela, a partir desse balanço, você pode começar o seu plano de carreira para o próximo ano. “Observe onde você está e para onde quer ir. Trace metas específicas com indicadores que consiga mensurar e acompanhar. Por exemplo, se o seu objetivo é aprender um novo idioma, planeje quantas horas vai ter para estudo e após algum período pré-definido faça uma prova de avaliação de nível para saber o quanto se desenvolveu”, sugere.

“Pondere o seu momento de vida e quanto de disponibilidade você possui para dedicar a sua carreira, valores e interesses. A partir disso, olhe para oportunidades no mercado ou dentro da sua própria empresa”, recomenda.

Souto, por sua vez, aconselha levar em consideração o cenário do mercado em que você atua e reforça a importância de ter relações de confiança com bons mentores. “Determine pessoas que podem te ajudar nesse processo, como mentores, professores ou colegas em quem confia. Escolha também pessoas para te inspirar. E, em um mundo sem previsibilidade, seja curioso. Pergunte e estude sempre. O conceito do lifelong learning veio para ficar”, alerta.

Já Parodi detalha que esse plano para o próximo ano pode ser feito com um cronograma por trimestre. “Outro ponto a pensar são os objetivos para a vida pessoal, porque eles se entrelaçam com a carreira. O projeto profissional precisa ter equilíbrio com a saúde física e mental”, lembra. “Além disso, considere a construção da rede de contatos interna e externa. É um erro focar no networking só dentro da empresa, porque se você sair de lá, não terá uma rede para procurar”.

“Nesse plano, é essencial, ainda, colocar o que é inegociável nessa jornada. Porque, às vezes, você vai traçar cinco metas, mas o seu ano vai ser totalmente diferente do que você imaginava e não vai ser possível alcançar todas elas. Mas qual, independente do que acontecer, é prioridade?”, assinala Esteves.

Por fim, Borge expressa que é interessante já separar cursos, pelo menos para o primeiro semestre. “Busque que tipo de conhecimento você precisa e como irá buscá-lo. Hoje, há muitos cursos gratuitos, podcasts e vídeos”, diz.

Souto resume a preparação do balanço de carreira e do plano para o próximo ano em seis passos:

1 – Reflita sobre a sua satisfação e o seu propósito, a partir do que pensa para o próximo ano e seus interesses de carreira;

2 – Avalie a sua saúde física e emocional e as suas habilidades comportamentais, como estão esses pilares hoje e como você pode melhorá-los, considerando seus objetivos de carreira e feedbacks recebidos;

3 – Saiba qual orçamento você tem para investir na sua carreira no próximo ano.

4 – Analise sua marca profissional, a sua reputação. Escolha duas ou três pessoas de confiança para saber como você é visto. A partir disso, reflita sobre a marca que você gostaria de ter e o que pode fazer para melhorá-la, inclusive nas redes sociais. “Cuidar da sua marca é ser autêntico”, diz Souto;

5 – Pense no seu networking dentro e fora da empresa. Quais áreas da empresa, por exemplo, você está mais distante e pode se aproximar? Como pode evoluir o relacionamento com pessoas de outras empresas? Considere ir a eventos, fazer novas conexões no LinkedIn e desenvolver sua capacidade de relacionamento;

6 – No quesito competitividade, se atente às competências técnicas que precisa desenvolver e quais as tendências da sua área para se manter atualizado.

*Sob a supervisão de Stela Campos.

permalink | enviar por email
Warning: Illegal string offset 'class' in /home/customer/www/produtive.com.br/public_html/wp-content/plugins/simplified-social-share/s9-social-sharing/includes/shortcode/shortcode.php on line 33
Atendimento via WhatsApp
Solicite mais informações

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Seu telefone (obrigatório)

    Unidade Produtive de preferência (obrigatório)

    Assunto (obrigatório)

    Empresa (obrigatório)

    Possui curso superior?

    Cargo / Posição

    Área de atuação

    Objetivo

    Último cargo ocupado

    Linkedin

    Anexar Currículo

    Sua mensagem (obrigatório)

    close
    Contact us